Livro

logo-duas-linhas

Embarque em uma intensa viagem ao redor do mundo e para dentro das próprias emoções.

Um divórcio, 24 países, 14 meses e três paixões estrangeiras são parte dos ingredientes que compõe essa obra Amazon Best Seller em três categorias.

Obra Amazon Best Seller!

5/5

Apenas R$54,90

FRETE GRÁTIS

Sobre a Autora!

Paula Brukmuller é escritora e jornalista com 10 anos de experiência. Depois da volta ao mundo, ingressou como sócia e CCO da startup Editora Livr(a). Tem formação em coach e é fascinada por estudos da mente humana e atualmente trabalha para inspirar mais pessoas a exercitarem o amor próprio e realizarem seus sonhos.

Um pouco sobre a obra

Em “Te Mando Flores da Grécia”, Paula usa a tragédia pessoal de sucessivos abortos, tentativas para engravidar, do fim de um casamento e da mudança para uma cidade que não era a que nasceu, como uma máquina retroescavadora. Enquanto completa uma volta ao mundo, sozinha e com um mochila nas costas, busca quem quer ser, mas principalmente puxa de si mesma prazeres perdidos da própria feminilidade, e revela-se hedonista, devota, sensual, reprimida, egoísta, amiga.

Diversão, danças, festas, sair para se divertir, assumir as coisas que gosta de fazer sem julgamento, ir em busca dos sonhos, encorajamento pessoal e individual são alguns dos pontos que Paula aprendeu nessa descoberta pelo mundo e apresenta nessa obra.

Quem já leu, aprova!

Auto Cuidado e amor próprio

Depois de passar o Carnaval entre lágrimas no Rio de Janeiro, Paula chega ao sul da Bahia ainda com o coração partido, mas um desejo profundo de cuidar melhor de si mesma. Embora o choro de quase todas as noites tentasse acorrentá-la à escuridão do quarto ao amanhecer, a autora lutou bravamente para manter o mínimo da rotina que estava lhe fazendo tão bem antes do divórcio: meditação e exercícios físicos.

Além de se matricular numa academia barata de Trancoso, também entrou para as aulas de Yoga que aconteciam no hotel ao lado da pousada onde estava trabalhando em troca de café da manhã, chuveiro e cama. Com talento nato para as palavras, decidiu escrever, pela primeira vez em sua vida, uma carta de amor para si mesma.

Apesar de se culpar por ainda pensar obsessivamente no ex-marido e, em segredo, desejar todos os dias que o casamento pudesse ser reatado, a jornalista estava sendo mais forte do que nunca. O livro traz trechos tocantes, como um jantar romântico para si mesma e um fim de semana de luto e renascimento em Caraíva.

Descobertas e amores passageiros no Canadá e na Europa

Ao encerrar sua temporada na Bahia, já fortalecida e com contato zero estabelecido com o ex-marido, a autora/personagem embarca para o Canadá, onde reencontra a amiga e confidente Suelen e vive um lindo romance com o arquiteto Jordan. Apaixonada e com medo de ser rejeitada, Paula não percebe que ela mesma afasta o belo canadense de sua vida com um comportamento de autoproteção. 

Ansiosa e tentando fugir da dor de mais uma rejeição, a escritora compra a passagem mais barata para a Europa e começa mais uma etapa da volta ao mundo na Escócia, país que ela nem mesmo havia cogitado visitar.

Se hospedando de graça na casa de estranhos e dormindo muitas noites em ônibus e rodoviárias, a autora começa a mergulhar cada vez mais fundo nas próprias dores, e encara também os monstros secretos que escondeu por uma vida inteira atrás de uma “personalidade forte e geniosa”.

Ao descobrir-se solteira em Londres, começa a se permitir ser cada vez mais si mesma e vive aventuras inesquecíveis, como uma viagem romântica com um irlandês para o sul a Itália, um passeio de gôndola consigo mesma pelos canais de Veneza e uma balada eletrônica sem precedentes em Ibiza. Para encerrar os quatro meses na Europa, vive um caso de amor arrebatador com o francês Laurent, numa ilha Grega.

A energia asiática

Quando chega a Turquia, apesar da saudade deixada pelo francês, Paula olha para a própria jornada e sente orgulho de sua trajetória ao reconhecer a coragem que teve para sair do lugar de vítima e correr atrás de um sonho tão grande como uma viagem de volta ao mundo. Mais independente do que nunca, enfrenta o medo da desconhecia Ásia e, depois de uma emocionante conversa com o próprio pai sob os coloridos balões de ar quente da Capadócia, embarca para a Bangcoc.

A temporada na Tailândia, que seria de menos de dois meses, se expande na mesma proporção da liberdade de Paula em assumir cada vez mais sua essência. Entre trabalhos voluntários como professora de inglês, faxineira de hostel e garçonete em bares alucinantes, a jornalista se deixa levar pela energia tailandesa e ardentes romances de apenas uma noite, permanecendo no país durante três longos e vibrantes meses, até se encantar pelo charme de um delicioso cafajeste chileno e se jogar com ele em uma aventura de scooter pelo Sul do Vietnã.

No sudeste asiático, onde finalmente conseguiu perdoar Felipe e ressignificar a própria história, Paula sentiu a felicidade invadi-la em plenitude. Ainda percorreu o Laos de barco e trabalhou como bartender numa ilha paradisíaca do Camboja, onde também se emocionou diante dos imponentes templos de Siem Riep.

Antes de partir para a Nova Zelândia, de onde pegaria o voo que cruzaria o oceano Pacífico, fechando a volta ao mundo, a autora ainda voltou outras duas vezes à Tailândia e passou pela Malásia.

O fim da viagem no Atacama

O livro revela dias de angústia no deserto do Atacama, no Chile, onde a jornalista perdeu o telefone celular numa festa clandestina. No lugar mais árido do mundo, Paula começa a se dar conta de que estava chegando a hora de encerrar a viagem mais especial de sua vida.

Nua numa cachoeira escondida por um paredão de rochas e cáctos amarelos, ou no meio de uma estrada rodeada por vulcões, a autora ainda vive emoções inesquecíveis e, subindo à cratera de um vulcão ativo, finalmente se reconcilia consigo mesma na conclusão emocionante e inesperada dessa bela história.

Prefácio by Raquel Lima

“Te mando flores da Grécia” requer um prefácio de advertência: o humor não será usado como camuflagem em nenhuma linha deste livro. Nenhuma palavra sequer. Em vez do recurso inventado com maestria por Jane Austen e usado com sagacidade por mulheres
em autobiografias e ficções que chegaram às listas de “mais vendidos”, Paula Brukmüller respira fundo (se for de frente ao mar, melhor ainda) e desnuda-se, completa e inteiramente, bem em frente de quem lê.

Paula usa a tragédia pessoal de sucessivos abortos, tentativas para engravidar e do fim de um casamento, mudança para uma cidade que não era a que nasceu, como uma máquina retroescavadora. Enquanto completa uma volta ao mundo, sozinha e com uma
mochila nas costas, busca quem quer ser, mas principalmente puxa de si mesma prazeres perdidos da própria feminilidade, e revela-se hedonista, devota, sensual, reprimida, egoísta, amiga.

O começo desta jornada é mesmo “um milagre do inconsciente”. A conversa com o próprio pai na Capadócia é uma ternura. O assediador na Grécia é insuportável. O amante 10 anos mais jovem é uma delícia. As bebedeiras com duas amigas na Tailândia
são selvagens.

Nesta jornada de quase 400 dias por dezenas de países, ela não usa filtros. O salto corajoso de um penhasco que desafia o azul do mar Mediterrâneo acaba com um bumbum vermelho, e muita vergonha. O banho “nude” em uma cachoeira secreta no deserto do Chile é libertador, mas testemunha-se também o árido trajeto até lá.

Estão lado a lado: o chão de cerâmica vermelha imunda, o frio na Rússia, ratos, fome, extravagâncias, falta de dinheiro, vistos negados na Oceania, lágrimas, orgasmos, inseguranças, topless, extorsão na Tailândia, bebedeiras, ressacas, nomes esquecidos no
Atacama, paisagens de tirar o fôlego.

Ao encarar a própria vulnerabilidade de maneira tão orgânica, Paula corre o risco de ser admirada, odiada e, numa época de julgamentos tão líquidos quanto relacionamentos, condenada. Mas a decisão de expor a própria jornada não é um recurso literário. É
expiação, fechamento de ciclo, processo de cura.

Um caminho que acaba por desafiar, além das convenções, o conforto de quem lê. Por que, como avisado antes, a sensação de alívio trazida pela comédia, como fez Elizabeth Gilbert, por exemplo, é substituída por pressão. Paula bate de frente, mas só em si mesma, e transforma quem lê em voyeur de todo o processo. Este não é um livro triste e esta “jornada de herói” pode até ajudar a quem lê, mas este tampouco é um livro de autoajuda. “Te mando flores da Grécia” talvez caiba melhor entre os títulos de viagem.

Afinal, o que está proposto aqui é mesmo uma jornada (e com dicas de como dar a volta ao mundo com pouco dinheiro, mas muita emoção). Eu, que tive a honra de encontrá-la em um dos trechos desta viagem e embarquei com ela ao revisar este livro, só tenho a
agradecer pelo desconforto, pelas lágrimas, pelo gozo: “Te mando flores de Lisboa, Paula!”.

Raquel Lima

5 estrelas Amazon

Grande trajetóriaCAsladeira
Read More
Eu comprei esse livro mais esperando a experiência da volta ao mundo, porém ele é mais focado em sentimentos. Claro q vc acaba se envolvendo e quer saber mais sobre questões que ficaram no ar (motivo do divórcio por exemplo). Acho q acabou sendo uma lição diferente sobre muletas emotiva, vejo que ela focava muito a felicidade dela em conseguir um romance e se apaixonava loucamente com direito a lágrimas, mas acho q isso fez parte do processo também. Compensa ler a aventura e os muitos muitos muitos choros no caminho. Mulheres são fortes. Espero saber mais do que aconteceu depois tb.
Surpreendente até a última frase!Cliente Kindle
Read More
Não lembro há quanto tempo ou mesmo se já li um livro assim! Daqueles de não querer parar de ler. As histórias de uma mulher dando a volta ao mundo e ao mesmo tempo revelando a viagem mais intensa ao seu próprio interior! Cheia de insights, me fez rir, chorar, refletir, querer ser mais bondosa comigo mesma. Paula se mostra e faz a gente se ver... em situações... em sentimentos... nas partidas... nas perdas e no recomeço! Brilhante!!!
Livro lindo... Incrível.Fernanda Pimenta
Read More
Eu sigo a Paula no instagram e sempre torci muito para que escrevesse esse livro... então, esperei ansiosamente por ele e comprei assim que lançou e não me arrependi. Leitura deliciosa que nos leva para dentro dessa volta ao mundo. Paula tem o dom de usar palavras leves, doces, de contar todas as histórias de forma linda!!! Todo mundo deveria ler!!!
Izabella
Read More
Incrível e inspirador! Provavelmente lerei esse livro mais algumas vezes. Gostaria inclusive da continuação rs curiosa para ver como será a vida no brasil após isso tuso
Sorrisos e lágrimas.Maria Zélia Milagres Alfenas
Read More
Ela fez do limão, uma limonada e se deliciou mundo afora. Fez também, uma viagem interior, que nos leva a refletir, sobre nós mesmos. E, sem máscaras. Muito bom.
InspiradorRenata Tanaka
Read More
Texto inspirador para a vida. Aprender a buscar sonhos e vontades.
Uma verdadeira jornada interiorCliente Kindle
Read More
Quando comecei a ler não consegui parar. Me identifiquei com suas palavras vividas, me emocionei por diversos momentos e consegui fazer várias reflexões pessoais. Existe cura interior na estrada! O livro te leva a uma ascensão, um desapego emocional e material, no qual os viajantes conseguem compreender perfeitamente, com tantas chegadas e partidas.
Previous
Next

Adquira já antes que acabe!

DETALHES DO LIVRO:
Impresso ou eBook Kindle
Idioma: Português ou Inglês

RECEBA EM CASA

Apenas R$54,90
FRETE GRÁTIS!

VERSÃO E-BOOK

Apenas R$24,99

Todos os Capítulos do Livro

1 – MILAGRE DO INCONSCIENTE
2 – CHORANDO COMPULSIVAMENTE
3 – TIRANDO FÉRIAS
4 – INFINITAS POSSIBILIDADES
5 – A MORTE
6 – CHAME ALGUÉM PARA DANÇAR
7 – LUA CHEIA AZUL
8 – MUITO OBRIGADA
9 – A PESSOA MAIS IMPORTANTE
10 – ANTIGAS REFERÊNCIAS
11 – UMA FORÇA DA NATUREZA
12 – QUE IRONIA
13 – SENSAÇÃO ABSURDA DE FELICIDADE
14 – MEU QUADRO AZUL
15 – COMPORTAMENTO INCONSCIENTE
16 – CONSTRUÇÃO E DESCONSTRUÇÃO
17 – O ÓBVIO PRECISA SER DITO
18 – O ADEUS SEM ADEUS
19 – AUTOESTIMA E UM VAZIO
20 – SE ESTIVESSE ME SENTINDO EM PAZ DE VERDADE
21 – ENTRE RISOS E LÁGRIMAS
22 – UMA IDEIA QUASE GENIAL
23 – POR LABIRINTOS E PONTES
24 -UM CHOQUE DE LIBERDADE
25 – ISSO VAI VIRAR LEMBRANÇA
26 – OS OLHOS AZUIS DA IRLANDA
27 – ENCANTO, SORTE E AMIGOS
28 – AS LIÇÕES DO PASSADO
29 – SEMPRE PODE FICAR MELHOR
30 – FESTIVAL DE EMOÇÕES
31 – A REALIDADE É MELHOR QUE O SONHO
32 – ANGÚSTIA E PRAZER
33 – UM LAGO ROM NTICO E UM ABISMO
34 – POUCA GRANA E MUITA ANSIEDADE
35 – UM AMOR CHAMADO EU
36 – SEMPRE HÁ ALGO PARA SER GRATA
37 – COMO UMA CRIANÇA
38 – A DOR DO NÃO
39 – PESCARIAS E O ADEUS NECESSÁRIO
40 – ENCONTRO COM A FELICIDADE
41 – ESTÁ TUDO BEM
42 – NINGUÉM MORRE DE AMOR
43 – AMNÉSIA E AUTOPERDÃO
44 – RECUPERANDO O CONTROLE
45 – REENCONTROS E REFLEXÕES
46 – RECONEXÃO E VELHAS QUESTÕES
47 – CONHECENDO MAIS EMOÇÕES
48 – A CULPA DO SIM
49 – UM PESADELO PORTUGUÊS
50 – REENCONTRO COM OUTRA MÃE
51 – O ÓBVIO PRECISA SER DITO, TALVEZ MAIS DE UMA VEZ
52 – UMA DANÇA GREGA
53 – A MUDANÇA É A NATUREZA DO UNIVERSO
54 – O TAL FRANCÊS
55 – MAIS QUE UMA PEDRA NO SAPATO
56 – VINTE E UM CENTÍMETROS INSUPORTÁVEIS
57 – PÔR DO SOL NO MEDITERR NEO
58 – O BEIJO MAIS ESPERADO
59 – INTENSO E GENTIL COMO NUNCA VIVI
60 – UM SALTO PARA A CORAGEM
61 – A ÚLTIMA NOITE
62 – O FIM E O COMEÇO DE TUDO
63 – SÓ EXISTE ADEUS PORQUE HOUVE OLÁ
64 – O TESTE DO NÃO
65 – A LIÇÃO DO NÃO
66 – AMOR COM CULPA
67 – LÁGRIMAS SEM FIM
68 – CONVERSA COM O INCONSCIENTE
69 – BALÕES ILUMINADOS E UM SORRISO PATERNO
70 – CONEXÃO GELADA EM MOSCOU
71 – UM SOCO DE ENERGIA
72 – A ALEGRIA DO INESPERADO E UMA DELICIOSA ROTINA
73 – TUK-TUK E O DIA MAIS LONGO DA MINHA VIDA
74 – PING-PONG SHOW E O DIA MAIS LONGO DA MINHA VIDA
75 – CERVEJA NA CALÇADA E O DIA MAIS LONGO DA MINHA VIDA
76 – NOITES TAILANDESAS
77 – RECUPERANDO CALCINHAS E AMIZADES
78 – O NOVO SIGNIFICADO
79 – RUMO AO SUL
80 – OS CICLOS DA LUA
81 – MUITO TRABALHO E UM HOSTEL CHEIO DE RATOS
82 – PERDIDA NAS FESTAS MAIS LOUCAS
83 – A MAIOR FESTA DUROU ALGUNS SEGUNDOS
84 – O MISTÉRIO DA CARTEIRA
85 – ROTINA DIVERTIDA E INTUIÇÃO AGUÇADA
86 – PHI PHI E A FREQUÊNCIA DO UNIVERSO
87 – FAMILIA DE VIAJANTES E UM NATAL MUITO LOUCO

88 – UM RÉVEILLON ESPECIAL
89 – PRIMEIRO BEIJO DO ANO
90 – O GATILHO DA REJEIÇÃO
91 – PORN STAR
92 – NOS QUEDAMOS LOCOS
93 – A LOUCURA DE AMOR MAIS LINDA
94 – LUCKY MAN
95 – A NOITE QUE NÃO EXISTIU
96 – LÁGRIMAS DO ADEUS
97 – PRESA NUM VILAREJO CHAMADO PAI
98 – A QUEDA DE SCOOTER
99 – UMA OU DUAS NOITES NÃO FAZEM DIFERENÇA SERÁ?
100 – A CURA DA FERIDA MORTAL
101 – O FURTO E UM SUSSURRO DE CALMA
102 – AVENTURAS INESQUECÍVEIS
103 – O NASCER DO SOL MAIS DESLUMBRANTE DO MUNDO
104 – ACEITAÇÃO E PERDÃO NO MAR
105 – O VISTO E UMA CHANCE
106 – TUDO PASSA
107 – NÃO BEIJE O GAROTO HÚNGARO
108 – COMPLETAMENTE NUA
109 – SEMPRE APRENDENDO
110 – A MULHER EM CONSTRUÇÃO